Projeto Pintores de Letras destaca a tipografia vernacular

, Caligrafia

Nos primeiros contatos que temos com letras, na maior parte das vezes, ainda nem somos alfabetizados. Suas formas, sinuosidades e todo complexo sistema de signos passa a nos encantar. Então nos desafiamos a decifrá-los, revelando um novo mundo, pleno de sentidos. A memória afetiva das fachadas, dos letreiros, dos cartazes, das pinturas em muros, das faixas, acompanha as mais tenras lembranças do que éramos, forjando assim, aquilo que somos.

 

 

O que é o projeto Pintores de Letras?

Iniciado no final de 2016, o projeto Pintores de Letras quer resgatar e valorizar o ofício dos pintores de fachadas, muros, faixas e cartazes, tirando-os do anonimato e trazendo-os não apenas para o mercado, mas para o discurso formal da comunicação, publicidade e design. O projeto visa também a valorização e o fortalecimento de elementos culturais e da memória gráfica popular catarinense. Afinal, é somente na cultura que se formam as identidades.

Atualmente esse processo acontece por meio de documentação e divulgação nas redes sociais, no Instagram @pintoresdeletras e pelo Facebook.

 

 

Por limitações logísticas a pesquisa ficará apenas só no sul de Santa Catarina, mas para se tornar mais ampla e efetiva outras ações serão realizadas, como exposições fotográficas itinerantes, produção científica através de artigos e a gravação de um documentário que mostrará o trabalho, técnicas, dificuldades e perspectivas desses profissionais.

“Como o projeto é independente, estamos buscando apoio e patrocínio para viabilizar as exposições fotográficas e a produção do documentário”

Rafael Hoffmann, professor e designer, é um dos idealizadores do projeto, que conta com três de cotas de patrocínio para empresas ou pessoas que tenham interesse em investir na preservação da cultura popular.

 

 

Para conhecer melhor e saber como apoiar o projeto, acesse o site ou vá direto ao projeto no Catarse. E caso tenha dúvidas e deseje mais informações sobre o projeto, entre em contato pelo e-mail: pintoresdeletras@gmail.com.

Comente pelo Facebook