A diferença entre o Arte-finalista e o Designer

, Ferramentas

Você sabe o que é um arte finalista? Ou ao menos sabia que é uma profissão registrada? Pois bem, a maioria dos criativos do ramo sequer sabia que a profissão arte-finalista existia. Mas ela existe e um arte-finalista facilmente é confundido com um designer. As diferenças entre um designer e um arte-finalista são bem pequenas, já que ambos atuam em áreas criativas e usam praticamente as mesmas ferramentas de trabalho.

O arte-finalista

O arte-finalista tem como função, superficialmente dizendo, finalizar e fechar tecnicamente dentro dos padrões de impressão uma peça de publicidade ou design, e, com isso, vem um segmento de técnicas variadas a serem usadas, que irão variar dependendo do fim a que se destina a peça gráfica. Um arte-finalista deve estar atendo a diversos pontos, como paginações, desenhos técnicos, pós produção de imagem entre outros. E é essencial que esse profissional tenha total domínio de ferramentas gráficas que o mercado disponibiliza, como por exemplo Corel Draw, Illustrator e drives de impressão.

Hoje em dia, é muito comum encontrarmos arte-finalistas em gráficas rápidas, estúdios e agências, já que todos esses locais trabalham com criação de materiais que se destinam tanto a impressão como para mídia digital.

01

O Designer

O designer já é um profissional que atua com uma “pegada” mais técnica e até científica, que envolve bastante o lado criativo do profissional para a elaboração dos seus projetos de design. A área do designer é muito mais extensa do que do arte-finalista, o design está em toda parte do mundo, onde você menos espera tem uma peça de design com um enorme conceito por trás daquilo. Seja qual for a área de atuação é quase que uma obrigação do designer garantir a funcionalidade desse objeto. É muito comum designers trabalhando com jornalistas, engenheiros e principalmente com profissionais de marketing.

O campo de trabalho do designer é tão amplo que ele facilmente pode se tornar um arte-finalista, um diagramador ou até mesmo um produtor gráfico. Isso vai depender dos objetivos que o estudante de design deseja seguir e se especializar.

03

Conclusão

Podemos concluir que, embora ambas as áreas sejam um pouco parecidas, ao mesmo tempo são bastante distintas. Cada uma tem sua peculiaridade, cada uma tem suas técnicas e cada uma tem o seu meio. Esse post tem como principal objetivo acabar com o preconceito que a maioria das pessoas tem, de que o arte-finalista é uma profissão para pessoas de pouco conhecimento e que querem entrar no meio do design, muito pelo contrário é uma profissão que requer muita técnica e conhecimento. Valorize cada profissional!

Comente pelo Facebook