Unexpected Project

, Arte

Pelo segundo ano, um grupo de artistas de rua resolveu se unir para tomar uma cidade inteira com suas obras. A cidade de Fort Smith, no Arkansas, foi a escolhida para o Unexpected Project.

Com o objetivo de colocar em evidência a arte contemporânea urbana, nove artistas criaram instalações interiores e exteriores, e, durante 10 dias, pintaram seus murais e projetaram vídeos. Os artistas responsáveis pelos projetos criados incluem: Alex Diaz, Okuda San Miguel, Faith 47, Guido van Helten, Cyrcle, Maser, Bordalo II, Jaz&Pastel e D*Face.

Trabalhando nos elevadores de grãos de O.K. Feed Mills, o artista Guido van Helten inspirou-se nos cidadãos de Fort Smith para criar o seu mural impressionante.

Vale também destacar o trabalho do artista espanhol Okuda, que continua a sua tendência de transformar espaços, agora com a colorida “The Universal Chapel“. Okuda pintou todo o exterior da casa abandonada, dando uma nova vida a um espaço uma vez esquecido.

Além das intervenções pintadas, Bordalo II visitou o ferro-velho local para obter matéria-prima para criar suas duas peças em que lixo se transformou em esculturas, representando uma raposa e um gambá, dois animais encontrados na área.

E no edifício Windgate Arts and Design da University of Arkansas Fort Smith, Maser criou uma imersão sensorial tridimensional com uma instalação interativa usando neon, som e fita. O artista irlandês faz você enfrentar o escuro com cores e variações de linhas que desafiam a representação visual comum.

Confira todas essas instalações artísticas e criativas abaixo e confira mais no site do projeto.

 

unexpected-project-1 unexpected-project-4 unexpected-project-10 unexpected-project-3 unexpected-project-8 unexpected-project-2 unexpected-project-9 unexpected-project-5 unexpected-project-6 unexpected-project-11 unexpected-project-7

Fonte: My Modern Met

Comente pelo Facebook